RIO TERÁ FESTIVAL DE ROCK NO TERREIRÃO DO SAMBA

PRESIDENTE DA FC&VB – RJ PARTICIPA DO SEMINÁRIO “O FUTURO DO TURISMO FLUMINENSE PARA 2020”
5 de junho de 2018
REPENSAR MACAÉ – PROJETO APRESENTA AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DA CIDADE E REGIÃO
21 de junho de 2018

Rock no Terreirão do Samba. Em três dias (29 e 30 de junho e 1º de julho), 15 bandas do circuito nacional de motociclismo vão se apresentar no Terreirão do Samba, na Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio, durante o 3º Rio Moto Festival. O evento, em local com segurança e de fácil acesso, vai reunir os apaixonados pelo rock n’roll e pelas motocicletas, com entrada franca.

Os shows de rock, contudo, não são a única atração do evento que vai movimentar os motociclistas e roqueiros de todo o estado.  Estarão lá concessionárias de motos com testes drive para o público; exposição de motocicletas customizadas; brincadeiras para adultos e crianças; palestras sobre segurança de trânsito; tendas de tatoo; moto show; e, outras atrações, como uma grande praça de alimentação e tendas para venda de produtos de couro e roupas de inverno.

— O Rio Moto Festival vai difundir a cultura bike (o estilo de vida dos motociclistas) e o rock na capital, abrindo espaço para novas bandas, e promovendo o intercâmbio entre os grupos de rock que já estão no cenário nacional e outros que estão começando e procurando espaços para alcançar o sucesso – explica o presidente da Federação dos Motoclubes do Estado do Rio (FMCRJ), Drago Montenegro, que organiza o evento com apoio da Secretaria de Cultura da Prefeitura do Rio.

Segundo Montenegro, o Rio Moto Festival foi idealizado para ser diferente dos eventos tradicionais. O foco é promover a interação entre os motociclistas, não deixando, porém, de oferecer atrativos para quem não vive no mundo do motociclismo. Haverá estacionamento para motos dentro do Terreirão.

— Vamos resgatar os eventos tradicionais, com brincadeiras antigas, criando um clima diferente e propício ao entretenimento sadio, envolvendo inclusive quem não possui uma motocicleta. O evento não visa lucro. Nossa maior missão é ser feliz, trazer e levar felicidade sempre – concluiu Montenegro.

O Rio Moto Festival praticamente abre a grande temporada de eventos que misturam a paixão pelas duas rodas e pelo rock no Rio e Minas Gerais. Na sequência, acontecem os encontros de motociclistas de Miraí (MG), no dia 7/7; Cabo Frio (22º Tubarões Bikerfest, de 15 a 15/7; Itaipuaçu Moto Fest (Maricá), em 21/7; e, no dia 28, Angra Moto Fest, comemorando o Dia do Motociclista, que transcorre no dia 27.

— O motociclismo é um forte indutor do turismo regional. Aplausos para os prefeitos e secretários de turismo de visão que apostam nestes eventos — disse o presidente da Federação dos Conventions Bureau do Estado do Rio, Marco Navega.

No Rio Moto Festival, se apresentam 15 bandas. A Faixa Etária, escolhida como a melhor banda de pop rock do Domingão do Faustão, se apresenta no sábado, às 22h. Na sexta-feira, a partir de 18h, Crusk-Oke; Calibre 81; e, Dr. Silvana. No sábado, além da Faixa Etária, a partir das 14h sobem ao palco Canto Cego; Purano; Mobile Drink; Iórios; Fugitivos de Tokyo e Garagem D. No domingo, a partir de 14h30m, Verbara; Kapitu; Drenna; e, finalizando, Banda Gente, às 18h30m.

BANDA FAIXA ETÁRIA

Os comentários estão encerrados.