HOTÉIS DO PERÓ OFERECEM BICICLETAS PARA OS HÓSPEDES

ENCONTRO DOS CONVENTION & VISITORS BUREAUX DA SERRA VERDE IMPERIAL COM CONVIDADO
18 de maio de 2019
JUIZ DE FORA CONVENTION BUREAU REALIZA EVENTO COM GRANDES NOMES DO SETOR DE TURISMO E EVENTOS NACIONAL
28 de junho de 2019

No rumo da sustentabilidade e para atender aos pedidos dos clientes, os novos hotéis do Peró, em Cabo Frio, estão inovando e oferecendo bicicletas aos hóspedes para eles pedalarem na orla e nas ruas do bairro. Neste fim de semana, o Paradiso Peró também começa a oferecer bikes para passeios, seguindo a Sun Victory, que já oferece bicicletas aos hóspedes.

Os pedidos de bike aumentarem depois que a prefeitura, atendendo aos pedido da coordenação do projeto Bandeira Azul, dos banhistas e moradores, proibiu o tráfego de veículos na orla do Peró. O trânsito de carros só é liberado em horário definido, pela manhã, para descarga de mercadorias, ou para veículos de serviços ou de socorro urgente.

— O fechamento da orla aos carros com a Bandeira Azul e a tranqüilidade do Peró reforçaram a nossa decisão de oferecer bikes aos nossos hóspedes. Eles pediam muito as bicicletas para conhecer o bairro e passear pela orla – disse Márcio Nascimento, gerente do Paradiso Peró.

As bikes no Peró não estão disponíveis apenas para os hóspedes dos hotéis. Pioneiro no balneário, o Cicle Brasileiro oferece bikes individuais e coletivas para aluguel para os visitantes passearam pelo Peró e chegarem de bicicleta na Praia das Conchas ou na Ilha do Japonês. O aluguel pode ser feito na Rua do Moinho 27 ou através do telefone (22) 26483297. Organizador do Bike Night Cabo Frio, Daniel Ribeiro aprovou a iniciativa dos hotéis e lembrou que a bicicleta passou a ser exigência do turista de qualidade. Ele reclama mais sinalização e ciclovias em Cabo Frio:

— A bicicleta é um meio de transporte que agrega valores, principalmente se tratando de natureza, já que é um meio de transporte não poluente. Nossa região, em especial o Peró, tem a característica do meio ambiente preservado. Tem tudo a ver a rede hoteleira incentivar seus hóspedes a usar este moal, promovendo maior humanização das ruas, qualidade de vida e construção de um futuro melhor. É a promoção de um turismo sustentável – comentou Ribeiro.

Idealizador do programa “Niterói de Bicicleta”, o ambientalista Axel Grael, ex-presidente da antiga Feema (hoje INEA), disse que seu projeto prevê a criação de 60 quilômetros de ciclovias em Niterói. A metade do plano já foi concluído, inclusive com a construção de um grande bicicletário na Praça Araribóia.

— Muita gente está percebendo que a bicicleta é uma opção viável, agradável e que encurta distâncias, porque muitas vezes a pessoa não tem a noção de como pode ser rápido se deslocar de casa para o trabalho ou para o lazer de bicicleta – disse Grael, que usa a bike regularmente para ir ao trabalho na Prefeitura de Niterói, onde ocupa o cargo de secretário municipal de Planejamento.

Os comentários estão encerrados.